em




       Receba nossos boletins em
       seu e-mail:




  Cadastre-se em nosso site, divulgue
  sua clínica, encontre artigos, cursos,
  escalas, congressos, vídeos, teste
  seus conhecimentos...
                         Saiba mais




  Grupo de discussão para troca de
  informações entre mães, boletins de
  orientação, serviços de atendimento
  a deficientes...
                         Saiba mais

Enquete

Destaque

Livros

Busca rápida

Informações

Ferramentas
A influência dos amigos no consumo de drogas... - 16/05/2016
Internacionalização da investigação e do ensi... - 16/05/2016
Tipo de ensino e autoconceito artístico de... - 16/05/2016
Recasamento: percepções e vivências dos... - 16/05/2016
Criança no tratamento final contra o câncer... - 16/05/2016
Relação entre bullying e sintomas depressivos... - 16/05/2016
Desempenho operatório de crianças com queixas... - 16/05/2016
Cuidado e desenvolvimento em crianças escolar... - 16/05/2016
A relação mãe-criança durante o atendimento... - 16/05/2016
Escala de Estratégias de Coping na adolescên... - 16/05/2016
Estudo indica que autismo pode ser identifica... - 11/08/2015
A criança com autismo... - 11/08/2015
Esporte: uma arma infalível no tratamento do... - 11/08/2015
Médicos e pais enfatizam importância do di... - 11/08/2015
Alunos autistas do Recife recebem aulas com r... - 11/08/2015
Escola municipal do Recife limita frequência... - 11/08/2015
O mundo de uma garota com autismo... - 11/08/2015
Estudante com autismo passou 5 anos sem con... - 11/08/2015
Estudo genético liga inteligência a risco de... - 11/08/2015
Monumentos ficam azuis para o Dia Mundial do... - 11/08/2015

Bookmark e Compartilhe
Notícias
Monumentos ficam azuis para o Dia Mundial do Autismo

Por: Agência Italiana de Notícias

11 de agosto de 2015

Agência Italiana de Notícias - [link]

Data: 02/04/2015

Alessandro Buzas/ Agência O Dia/ Estadão Conteúdo

ROMA, 2 ABR (ANSA) - Importantes prédios públicos em todo o mundo foram tingidos de azul na noite desta quinta-feira (2) como parte das comemorações pelo Dia Mundial de Conscientização do Autismo, instituído em 2007 pelas Nações Unidas (ONU).   

A capital da Itália, por exemplo, foi iluminada devido à ocasião. O local escolhido em Roma foi a fonte Barcaccia - vandalizada por torcedores do time holandês Feyenoord antes de um jogo pela Liga Europa no começo deste ano. Sobre o assunto, o presidente do país, Sergio Mattarella, disse que é preciso encontrar formas para que o Estado garanta uma assistência completa às pessoas autistas "por toda a vida" e que isto é, portanto, uma das bases "sobre a qual se mede a civilidade de um país".   

O dia também foi marcado pela constatação de avanços nos estudos da doença. Um dos exemplos é a pesquisa europeia guiada pela Universidade Campus Biomédico, em Roma, que investiga as causas genéticas do autismo por meio de uma técnica de análises inovadora.   

Segundo o professor de neuropsiquiatria infantil da universidade, Antonio Persico, em um prazo talvez menor que o previsto será possível desenvolver tratamentos personalizados para a patologia.   

"O fator preponderante da origem do autismo é certamente o genético, mas foram identificados também elementos ambientais que podem, sozinhos, causar a doença, se a exposição acontecer na fase pré-natal", afirmou.   

Persico explica que algumas infecções virais no primeiro e segundo trimestres de gravidez e alguns pesticidas podem gerar o autismo. "Para todas as outras hipóteses faltam evidências suficientes, não sendo verdadeiras ou sendo propriamente lendas urbanas", disse o professor.   

Ele também aponta a importância de um diagnóstico precoce da doença para que seja adotado o melhor tratamento possível para cada caso. Equipes multidisciplinares e especializadas já conseguem diagnosticar crianças da faixa etária de dois a três anos. (ANSA)


Psiquiatria Infantil.com.br - Todos os direitos reservados © 2006 - 2015   Política de Privacidade   Termos e Condições de uso   Reprodução de conteúdo   Informações
Prof. Dr. Francisco Baptista Assumpção Jr.
Rua dos Otonis, 697 - São Paulo - SP
Telefone: (11) 5579 2762 - Tel/FAX: (11) 5579 7195
www.psiquiatriainfantil.com.br

Voltar ao Topo